Garopaba – E também um livro: O Guardião de Memórias


Estive em Garopaba com minha familia para passar o natal e meu aniversário, foram dias maravihosos de descanso e divertimento, a única coisa triste que aconteceu foi eu ter perdido meu celular com videos e fotos alem da praia ,antigas,das crianças, meu trabalho, mas tudo bem!
Garopaba é uma cidade muito linda e meu sonho é morar lá um dia definitivamente.

 

FELIZ ANO NO NOVO  –  SALMO 126

 QUEM SAI ANDANDO E CHORANDO PLANTANDO SUAS SEMENTES,VOLTARÁ COM JÚBILO TRAZENDO SEUS FRUTOS!

Durante este período na praia eu li um livro muito interessante: O Guardião de Memórias (www.livrariacultura.com.br)  que recomendo, é um livro lento no inicio mas depois ele engrena e é muito bom pois fala sobre um drama familiar que todos nos vivenciamos,a culpa, o medo de fazermos quem amamos sofrer,
eis aqui uma snopse do livro:




Guardião de Memórias, O
Kim Edwards

"Kim Edwards, uma romancista estreante,escreveu um livro de cortar o  coração alternadamente   luminoso e sombrio, literário e cheio de suspense."

Library Journal

 

Com mais de três milhões de exemplares vendidos nos Estados Unidos, O guardião de memórias é uma fascinante história sobre vidas paralelas, famílias separadas pelo destino, segredos do passado e o infinito poder do amor verdadeiro.

Inverno de 1964. Uma violenta tempestade de neve obriga o Dr. David Henry a fazer o parto de seus filhos gêmeos. O menino, primeiro a nascer, é perfeitamente saudável, mas o médico logo reconhece na menina sinais da síndrome de Down.

Guiado por um impulso irrefreável e por dolorosas lembranças do passado, Dr. Henry toma uma decisão que mudará para sempre a vida de todos e o assombrará até a morte: ele pede que sua enfermeira, Caroline, entregue a criança para adoção e diz à esposa que a menina não sobreviveu.

Tocada pela fragilidade do bebê, Caroline decide sair da cidade e criar Phoebe como sua própria filha. E Norah, a mãe, jamais consegue se recuperar do imenso vazio causado pela ausência da menina. A partir daí, uma intrincada trama de segredos, mentiras e traições se desenrola, abrindo feridas que nem o tempo será capaz de curar.

A força deste livro não está apenas em sua construção bem amarrada ou no realismo de seus personagens, mas, principalmente, na sua capacidade de envolver o leitor da primeira à última página.

Com uma trama tensa e cheia de surpresas, O guardião de memórias vai emocionar e mostrar o profundo – e às vezes irreversível – poder de nossas escolhas.

***

"Absolutamente fascinante."

— Sue Monk Kidd, autora de A vida secreta das abelhas

 

Casados há poucos anos, Norah e David esperavam felizes a chegada de seu primeiro filho. Mas essa alegria duraria pouco: o destino havia preparado uma surpresa que mudaria para sempre a trajetória dos dois.

O que deveria ser uma boa notícia transforma-se num terrível pesadelo. Norah dá à luz duas crianças: Paul, um menino saudável, e Phoebe, portadora da síndrome de Down. Imediatamente, David lembra-se da complicada infância ao lado de uma irmã com a mesma doença. Desejando ardentemente poupar a esposa e a si mesmo desse sofrimento, ele decide expulsar a filha de suas vidas.

Mas o preço dessa decisão acaba sendo alto demais – e não há chance de voltar atrás. Pouco a pouco, a culpa corrói o núcleo da família, e durante os 25 anos seguintes cada um vai lentamente se fechando em torno de suas próprias angústias.

Atormentado pelo arrependimento, David fica obcecado por fotografar imagens de crianças, tentando compensar a saudade da filha. Norah, cada vez mais afastada da vida do marido, entrega-se ao álcool e a pequenas infidelidades, buscando em vão distrair-se da avassaladora dor da perda.

Enquanto isso, Paul sente na pele a rejeição dos pais, que parecem mais envolvidos na suposta morte da irmã do que na sua vida. Em outra cidade, porém, Phoebe cresce feliz e cercada de cuidados pela mãe adotiva, que luta para dar à menina uma vida digna e livre de preconceitos.

Com a rara habilidade de unir emoção e suspense, Kim Edwards explora as sutilezas das relações humanas e os dilemas de uma família que tenta seguir adiante, apesar de despedaçada. Ao mesmo tempo comovente e perturbador, O guardião de memórias é um livro inesquecível.

E na minha opnião eu achei o final do livro é altamente imprevísivel e muito interessante.(Cláudia)

Sobre nunaina

seguendo davanti sempre
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s